segunda-feira, janeiro 05, 2009

2009 chegou e, com a sua entrada, 2008 fugiu de mansinho, quase sem se notar.

Não foi um ano bom...
...também não foi mau.
Não me aconteceu assim nada de espectacular...
...ou melhor, nada que tenha ficado, que me tenha mudado.
Não entrou ninguém de especial na minha vida...
...ou entrou mas voltou a sair até ser só lembrança.
Não mudei de casa...
...mas mudei de trabalho.
Não mudei de amigos...
...mas ainda bem.

Foi assim...mais ou menos.

Mas 2009 chegou! E com o novo ano, esperança renovada. Agora é que é. Deste ano não passa... Mas a verdade é que se nada mudar muito já não é mau. Casa, trabalho familia e amigos já tenho; o que vier é lucro.

2009 até começou bem. Os meus melhores amigos (quase todos) a aquecer o frio de Viseu e amigos que não o era mas que são agora. Já estou a ganhar!

E nos dias que me levaram do 8 ao 9 (sempre gostei mais de números ímpares) a companhia de dois óptimos espécimes daquilo que mais gosto: um filme e um livro.

"Austrália" o épico semi-surrealista de Baz Luhrmann com a Nicole Kidman em grande forma e o Hugh Jackman a fazer-me suspirar de 3 em 3 segundos (Clooney, não te ponhas a pau que um dia fujo-te)

"A Sombra do Vento" de Carlos Ruiz Zafón que me surpreendeu a cada linha de cada página e me agarrou de tal forma que não consigo pegar em nenhum dos outros livros que estou a ler mesmo depois de o ter acabado. Hoje começo "O Jogo do Anjo", dele também, e mal posso esperar por chegar a casa.

2009 chegou. BEM VINDO

1 comentário:

Evil Genius disse...

O Austrália é espectacular! Curti mesmo! O fdp do aborígenezinho, tão fofinho que só dá vontade de nos sentarmos em cima dele, a gaja ex do anão cruise, a querer tanto levar com o dito do tal gajo pelo qual vais trocar o senhor que agora vende máquinas de café. E homens feitos (desconheço a orientação sexual) a choramingar que nem criancinhas sem prenda no natal, mas à saída da sala de cinema. Foi em grande. E as pipocas com caramelo até estavam moles a condizer com a coisa toda.